Visitas Médicas Realizadas

Linha do Tempo

Recém-nascidos prematuros

Noventa por cento dos bebês prematuros tem deficiência nutricional no momento da alta. Os hidratos de carbono, proteínas e gorduras são muito importantes, mas também, sais minerais e vitaminas são imprescindíveis em quantidade e qualidade adequada de acordo com os vários programas neonatais e de nutrição, de modo a evitar quaisquer deficiências ou excessos. ¹

O crescimento, desenvolvimento neurológico e qualidade de vida dependem, entre outros fatores, de um suprimento nutricional adequado com nutrientes essenciais, incluindo os minerais. Vários investigadores relataram maiores concentrações plasmáticos de selênio e glutationa peroxidase em prematuros suplementados com selênio do que em bebês alimentados com fórmula não suplementada. ¹

O zinco e o cobre oferecem importante proteção contra o estresse oxidativo e na reparação do DNA e estão relacionadas a um funcionamento normal da imunidade adaptativa e inata. ²

Os recém-nascidos com baixo peso ao nascer correm o risco de ter um estado negativo de balanço de iodo nas primeiras semanas de vida. É importante garantir que esses bebês recebam uma ingestão de iodo adequada desde os primeiros dias de vida. ³

Embora não existam diretrizes para a administração oral, é consenso que, devido a seus efeitos sinérgicos, micronutrientes antioxidantes devam ser administrados de forma combinada. ²

Referências
Zirvit Baby Zirvit Baby Zirvit Baby Zirvit Baby Zirvit Baby Zirvit Baby Zirvit Baby Zirvit Baby Zirvit Baby Zirvit Baby

Enjoos e vômitos

Enjoos e vômitos estão entre os sintomas mais comuns e os que mais afetam a qualidade de vida de pessoas que necessitam de cuidados paliativos. A rotina diária desses pacientes torna-se profundamente afetada, o que justifica a necessidade de seu manejo eficaz por parte do profissional de saúde.1 Ambos os sintomas pode ser causados por uma ampla variedade de fatores:²

Vômitos em crianças: as causas mais comuns são as infecções virais e intoxicação alimentar. No entanto, o vômito também pode ser causado por cinetose grave, tosse, febres altas entre outros.

Vômitos na gravidez: recorrentes durante a gravidez, podem levar a uma condição chamada hiperêmese gravídica, em que a mãe pode desenvolver desequilíbrios de fluidos e minerais, que colocam em perigo a sua vida ou a de seu filho.

Vômitos em adultos: é geralmente causado por abuso de álcool ou outras substâncias, uma infecção bacteriana ou viral, ou um tipo de intoxicação alimentar. Em alguns casos, vômitos também podem ser causados por outras doenças, especialmente se eles conduzem a uma dor de cabeça ou febre alta.

Referências

Excesso de cálcio

A necessidade de cálcio no corpo existe durante a vida toda, embora varie com a idade, a sua ausência pode causar uma série de problemas, como osteoporose, propensão a fraturas, além de outros sintomas não relacionados aos ossos. Para suprir as necessidades, algumas pessoas ingerem suplementos de cálcio além da alimentação.

O problema é que consumir cálcio em excesso causa problemas como anorexia, dificuldades cognitivas, depressão e fraqueza muscular. Mas o principal dos prejuízos é o risco de pedra no rim e problema cardiovascular. Dessa forma, o “desafio” é evitar, ao mesmo tempo, a osteoporose e as complicações decorrentes do excesso de cálcio. Assim, como explicam os pesquisadores, deve-se saber dosar as quantidades certas de cálcio. É fundamental consultar um médico antes de comprar uma pílula de cálcio suplementar. ¹.

Referências